Que Brasil é Esse Cap 10

O Brasil é um país com dimensão continental possuindo lugares paradisíacos e pouco conhecidos nas rotas tradicionais do turismo. São verdadeiros paraísos perdidos, que garantem contato direto com uma natureza belíssima. Neste Artigo, estaremos apresentando o último capítulo desta série com um show de imagens, igualmente aos outros capítulos.

 

Torres – RS

I Torres

 

Ia Torres

O município de Torres possui esse nome em decorrência de três grandes rochedos de origem vulcânica que afloram à beira-mar, com alturas entre 25 e 30 metros. A população de Torres está atualmente em pouco mais de 35.000, mas no verão gira em torno de 400.000 turistas. É muito comum para os gaúchos terem casa em Torres e irem todos finais de semana para lá.

Torres faz divisa com o estado de Santa Catarina. A divisa é marcada pelo Rio Mampituba. Chega-se, pelo Norte, a partir da BR 101, distante 280 km de Florianópolis; pelo Sul, pela BR 101 ou pela Estrada do Mar (RS 389), à 197 km de Porto Alegre

 

Sítio Arqueológico de São Miguel das Missões

II sao-miguel-das-missoes

 

IIa Missões

Enquanto se caminha pelo gramado que leva até as portas das ruínas da Igreja de São Miguel Arcanjo, sente-se como se estivesse voltando ao século XVII. Com as explicações da guia, percebe-se cada vestígio das moradias e da área onde funcionava a escola. Passa-se, também, pelo cemitério onde hoje crescem pequenos arbustos. Já não mais vivem aqui os guaranis, porém as suas lembranças seguem vivas.

Construído a partir de 1687, esse agrupamento de índios comandados por padres jesuítas foi o maior de todos os 30 que existiram. As reduções, como eram chamados, ocupavam o território onde hoje é o extremo noroeste do Rio Grande do Sul, parte da Argentina e do Paraguai.

 

Cãnion do Itaimbezinho – RS/SC

III canion-itaimbezinho

 

IIIa itaimbezinho_cach_trilha do vértice

Os canyons do sul estão localizados nas áreas dos parques nacionais da Serra Geral e Aparados da Serra, entre os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O nome “Aparados” deve-se ao fato de que as paredes dos canyons parecem ter sido como que “aparadas” com uma faca, devido ao seu corte abrupto do planalto dos Campos de Cima da Serra através de paredões verticalizados de rochas vulcânicas, que por uma extensão de quase 250 km mostram uma formidável sucessão de canyons de até 900 metros de altura, próximos à planície do litoral atlântico.

A visitação destes é feita por trilhas, com caminhadas leves pela borda (guia opicional), ou caminhadas mais pesadas pelo interior dos mesmos (guia obrigatório).

Animais de estimação não são permitidos dentro dos parques nacionais, nem mesmo no estacionamento ou dentro dos carros

 

Caminhos de Pedra – Bento Gonçalves RS

IV Caminhos de Pedra

 

IVa Caminhos de Pedra

Este roteiro de aproximadamente 10 quilômetros é um dos mais bonitos da Serra Gaúcha e apresenta cenários com casas construídas em pedra ou madeira que datam da época da chegada dos primeiros imigrantes italianos à região. Durante o caminho, você pode degustar vinho na Cantina Strapazzon, experimentar o famoso café colonial na Casa Fracalossi, adquirir itens para chimarrão na Casa da Erva-Mate ou comprar esculturas de basalto no Atelier João Bez Batti.

Ao chegar no Roteiro Caminhos de Pedra encontrará o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) localizado juntamente ao Posto da Megapetro no Barracão.

O Roteiro funciona 365 dias por ano das 9 às 17h30m (podendo ocorrer, eventualmente, que algum estabelecimento esteja no seu turno de folga).

 

Serra Gaúcha

V Gramado

Gramado, a cidade mais conhecida da Serra Gaúcha é um prato cheio para famílias e casais que buscam um destino fascinante. Refúgio ideal para quem busca uma viagem apaixonante cheia de conforto e sofisticação. Seja pela variedade gastronômica que agrada todos os paladares, pelo charme da Rua Coberta, ou pelo ar considerado um dos mais limpos do Brasil.

Va Canela

Canela, com a Catedral de Pedra não, em estilo gótico inglês, a construção é um imponente monumento da cidade e se destaca como um dos pontos mais visitados do Rio Grande do Sul. Em 2010 foi eleita como uma das 7 maravilhas do Brasil, ficando conhecida internacionalmente. E não é por menos, sua grandiosidade encanta não apenas os religiosos, mas todos os turistas que passam por Canela.

Uma das surpresas mais agradáveis da Serra Gaúcha é conhecer Bento Gonçalves. Assim como a vizinha Nova Petrópolis, a cidade da Uva e do Vinho também é um convite para o estilo viver bem do gaúcho.

Cambará do Sul é outro destino com paisagens surpreendentes, e pouco explorado na Serra Gaúcha. Na fronteira entre os estados de Rio Grande do Sul e Santa Catarina, esse sem dúvidas, pode ser uma excelente opção para viajantes aventureiros que querem aproveitar ainda mais a região.

 

Cascata do Caracol – Canela

VI parque_do_caracol

 

VIa Caracol

O parque do caracol fica a sete quilômetros do centro possui 25 hectares de área. Possibilidade para tirar fotos e filmar nesse parque cheio de atrações com passeio em trilhas, cachoeiras e trem, que é realizado com o maquinista Zé do Apito que vai contanto a história da imigração do sul do país e as viagens iniciais de trem na região.

A Cascata do Caracol é o maior símbolo natural da cidade e um cartão postal. Tem uma queda livre de 131 metros e há uma escada ecológica com 927 degraus que leva até a base da cascata. A água percorre uma formação basáltica, até despencar do topo. Acima da base há um espaço para admirar o mirante. Fica a mais de 150 metros.

 

Lagoinha do Leste – Florianópolis

VII lagoinha-do-leste

 

VIIa Lagoinha do Leste

Para se chegar à preservada Praia da Lagoinha do Leste, acessível somente a pé ou por embarcação, existem dois caminhos por terra. O mais curto começa na tradicional comunidade de pescadores do Pântano do Sul. O início fica na Rua Manoel Pedro Oliveira, uma pequena via à esquerda da SC-406, cerca de 400 metros antes de se chegar à praia. É preciso ter preparo físico, já que a subida do morro é bastante íngreme.

A Trilha da Lagoinha do Leste fica localizada no sul de Florianópolis e o acesso se dá por meio de trilhas ou embarcações. A Praia da Lagoinha do Leste é selvagem, bem preservada e muito explorada por trilheiros e campistas.

 

Pedra Furada – Urubici

VIII Pedra Furada

 

VIIIa Pedra Furada

Para fazer a visitação ao Morro da Igreja, precisa-se de autorização do ICMBio, pelo fone (49) 3278-4994 ou por e-mail: agendamentoparque@hotmail.com, sem cobrança. Curiosa escultura natural em forma de janela, com aproximadamente 30 metros de circunferência. Pode ser visualizada do alto Morro da Igreja, à direita de quem chega ao topo. É preciso estacionar o carro e caminhar cerca de 20 metros em direção à borda do cânion.
Se o dia for límpido, é possível avistar o mar, a mais de 100 km de distância. Mas se houver nuvens o espetáculo também é belo. A Pedra Furada é o ponto de referência da divisa entre três municípios de Urubici, Bom Jardim da Serra e Orleans.

Em um dos pontos mais alto da Serra Geral, no Morro da Igreja, destaca-se a trilha da Pedra Furada. Nessa caminhada contorna-se o cume do Morro da Igreja, onde se tem uma das mais belas visões panorâmicas da região. Observam-se vales, cânions e até o litoral sul de Santa Catarina, assim como os impressionantes contrafortes da Serra Geral.

 

Guarda do Embaú – Paulo Lopes

Praias da Guarda do Embaú

 

IXa Guarda-do-Embau

Guarda do Embaú é uma praia localizada no município de Paulo Lopes, no estado de Santa Catarina, 46 km ao sul de Florianópolis.

Para ter acesso a suas praias é necessário atravessar orio da Madre O balneário está localizado no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro e conta com aproximadamente 400 moradores, a maioria artesãos, pescadores e surfistas

Os frutos do mar – em especial camarões e ostras – são os destaques dos cardápios na Guarda do Embaú. As delícias, sempre fresquinhas, são servidas de variadas e saborosas formas.

 

Bombinhas

X Bombinhas

 

Xa Praia-de-Bombinhas

 

É a praia que dá nome a cidade e onde se encontra o maior centro comercial da cidade. Sua faixa de areia é composta por cristais de quartzo, que dão um tom incrivelmente branco, emoldurando o mar calmo e transparente com pequenas ondas, garantindo a alegria das crianças. Os mesmos cristais produzem um som característico sob os pés, semelhantes a estalidos, o que rendeu o nome à praia. Possui 1.227 metros de extensão. Em Bombinhas, estão localizadas as principais escolas e operadoras de mergulho autônomo, com saídas diárias para os costões da península e na parte sul da Ilha do Arvoredo. Uma das grandes atrações da Praia de Bombinhas é a tradicional Corrida de Canoas-de-um-Pau-Só, evento anual, sempre na comemoração do aniversário da cidade, em março, que atrai pescadores de todo o estado, com suas canoas peculiares.

Bombinhas é a Capital do Mergulho Ecológico, composta por 39 lindas praias e um dos mais belos refúgios de Santa Catarina. Entre as 39 praias, 19 são preservadas, 10 com pouca ocupação, 10 urbanizadas

 

Ilha de Campeche

XI Ilha-do-Campeche

 

XIa ilha-do-campeche

Inscrições deixadas por uma civilização remota unem-se à exuberância natural para fazer da misteriosa Ilha do Campeche, uma das mais belas atrações de Florianópolis, em Santa Catarina.

A Ilha do Campeche impressiona por sua beleza natural, animais e aves em extinção como o tié-sangue, vivem em meio à Mata Atlântica preservada. Entre as rochas de sua costeira, pode-se ver magníficas piscinas naturais sob águas claras e esverdeadas, desvendando uma rica fauna submarina.

Apenas uma pequena praia da Ilha de Campeche pode ser visitada, pois a ilha é um local de preservação da natureza. Apenas nesta praia é que os barcos de passeio param. Ao longo da faixa de areia de cerca de 1 km, há apenas dois restaurantes com mesinhas e alguns guarda-sóis e um quiosque onde guias credenciados oferecem passeios como trilhas, algumas curtas de 1h de duração e mergulhos na região.

Barcos para a Ilha de Campeche partem da praia de Armação, de um píer da associação de pescadores de lá. O trajeto praia da Armação-Ilha de Campeche é feito em cerca de 40 minutos em barcos que cabem umas 15 pessoas, com motor e colete salva-vidas para todo mundo. E há muitos horários de partida mesmo fora da alta temporada.

Custa R$ 50 por pessoa, ida e volta.

Autor: Levy

Compartilhe este artigo no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *