Pontal da Barra – Mundaú

Pontal da Barra é um bairro e uma praia de Maceió. A praia possui ondas boas para o surfe, próxima à Lagoa Mundaú. É um núcleo tradicional de rendeiras e que somente agora está sendo conhecida pelos turistas, já que há alguns anos não oferecia a infra-estrutura necessária para isso. Propícia para a prática de pesca. Tem excelente culinária que tem como base variedades de peixes e moluscos. O pôr-do-sol é um dos mais bonitos de Maceió e ainda pode apreciar um excelente passeio de escuna na Lagoa Mundaú. No ano de 2007, duas mulheres morreram após irem nadar na parte funda da praia, as duas mulheres foram engolidas por um redemoinho.

 

Localização

 

2 Pontal da Barra

 

3 Pontal da Barra

A Lagoa Mundaú é uma lagoa localizada entre os municípios de Maceió, Santa Luzia do Norte e Coqueiro Seco. Com uma área de 23 quilômetros quadrados, a laguna interliga-se com o mar através de uma extensa rede de canais que cortam a planície formando dezenas de pequenas ilhas. O vasto manguezal e a grande variedade de peixes, crustáceos e moluscos constituem características marcantes desse ambiente de rara beleza.

 

Distâncias de Maceió:

 

Maceió – Pontal da Barra = 9 km

Maceió – Lagoa de Mundaú = 23 km

Pontal da Barra – Lagoa de Mundaú = 14 km

 

No Pontal da Barra, assim como em outras partes do mundo, o artesanato regional é sempre motivo de orgulho e ao mesmo tempo, um chamariz para turistas e visitantes. Uma interessante fonte de renda, para populações simples e distantes das mazelas da cidade grande, criadas por rendeiras habilidosas que se especializaram, na produção de um estilo único de bordado: o filé.

 

Filé

 

Filé.jpg 4 

Seu trabalho e técnica de renda, desenvolvido e aprimorado desde o século XVIII, ainda é praticado pela maioria das rendeiras da região, as chamadas “filanzeiras”.

 

Filanzeira

Nos altiplanos bolivianos e peruanos, entre vilarejos de tradição secular no México, nas regiões mais altas e frias do Himalaia ou até mesmo nas ilhas do quente Mediterrâneo, tecelões e costureiros em pequenas vilas, desenvolvem tradições e técnicas, produzindo peças únicas e de inestimável valor cultural, assim como as nossas rendeiras do Norte – nordeste.

 

nucleo-de-artesanato

São dezenas de lojinhas de artesanato vendendo os mais variados produtos a preços módicos. Rendas, bordados, passadeiras, toalhas de mesa, vestidos, cortinas, roupa de cama e mesa, tudo feito com muito capricho e bom gosto. Destaque para o “filé”, rendado tipicamente alagoano que se transforma em verdadeira obra de arte, muito usado em toalhas de mesa. Peças típicas do artesanato alagoano e nordestino também podem ser encontradas por lá.

 

as rendas

 

artesanato

 

artesanato

Até que ponto as tradições e costumes de uma região definem a identidade de um povo? Qual a influência dos espaços físicos na construção das relações sociais? Esses questionamentos ganham sentido se direcionados para os moradores do bairro Pontal da Barra, que abriga uma das principais produções artesanais do estado, e, em ruas estreitas e acolhedoras, guarda as belezas e singularidade da tradicional renda filé.

 

Mantendo a essência de cidade do interior mesmo dentro da capital, as portas e janelas abertas parecem não apresentar o resto do mundo lá fora. Dão vista apenas para o colorido da aquarela de rendas e bordado que sintetizam a relação dos moradores com o bairro e com o costume da pesca.

 

Filé 3

“O Pontal existe antes mesmo de Maceió, e fomos nós que iniciamos o artesanato de Alagoas. Os primeiros pescadores daqui já faziam suas redes com a renda, e isso passa, até hoje, de mãe para filho, de vó para neto, desde sempre. Pode ser homem, criança, mulher, aqui todo mundo sabe fazer. Isso representa a história desse lugar”, conta Dona Dilma.

 

Nascida no bairro, filha de pai pescador e mãe rendeira, a senhora aprendeu aos seis anos de idade o que segue fazendo até hoje. Na produção, as linhas vão ganhando contornos e se transformam em roupas, acessórios, toalhas, jogos de mesa, almofadas, passadeiras, e outros objetos de decoração.

 

por do sol em Mundaú

Mas não é apenas no artesanato que o centenário bairro se destaca. A Lagoa Mundaú empresta uma beleza ímpar ao local, ao encontrar-se com o mar, próximo à Ponte Divaldo Suruagy. Aliás, com a recente duplicação da rodovia AL-101 Sul, é possível subir a ponte, a pé, para fotografar lá de cima. Vale a pena a caminhada. A Lagoa Mundaú também permite fotografar um dos mais belos pores do sol da cidade.

 

praia de pontal da barra

Com uma grande extensão, a Praia do Pontal da Barra oferece uma enorme tranquilidade aos seus visitantes. Por isso mesmo ela é a praia perfeita para todos aqueles que procuram um local para relaxar, mas que não dispensam a praia.

 

Embora esta praia receba um grande número de turistas durante o verão, nunca chega a ficar cheia, muito pela sua grande extensão. Durante o resto do ano, a maior parte das pessoas que visitam a praia são os próprios moradores da região, e os pescadores.

 

A extensa e larga faixa de areia é fina e clara. A maior parte das vezes o mar se torna agitado, oferecendo ondas boas, especialmente para quem pratica esportes aquáticos, como o surf. As águas são transparentes e limpas, então são propícias à banhos. No entanto, quando o mar se encontra demasiado agitado e com correnteza forte, os banhos devem ser evitados.

 

Como a Praia do Pontal da Barra se situa numa península, é possível usufruir de uma bela paisagem quando as águas da lagoa e do mar se misturam.

 

Se é verdade que Maceió não pode mais ser considerada uma cidade pequena, pois já tem quase 1 milhão de habitantes, também pode ser dito que ainda preserva, em alguns bairros, o clima de cidade do interior. É exatamente o que acontece com o Pontal da Barra, bairro que preserva um aspecto bucólico, sendo um bairro turístico, quer por seu aspecto tradicional ou pelo artesanato, bons restaurantes, passeios de barco pela Lagoa Mundaú, dentre outros motivos.

 

Há pouca estrutura por ali, o que torna a praia uma experiência realmente contrastante em relação a outros bairros e praias de Maceió. O Pontal da Barra é para quem gosta do original, do único e de um ambiente rústico e simples.

 

Como chegar

 

Chegar ao Pontal da Barra, não consome muito tempo para quem está no centro de Maceió. Sem trânsito, o percurso leva no máximo 10 ou 15 minutos de carro. O trajeto desde a zona sul até o Pontal, é de aproximadamente 10km. Para quem vem do sul de Alagoas, ou Sergipe, basta seguir pela AL-101, cruzando a Ponte Divaldo Suruagy e encontrando o Pontal, logo em seguida.

Onde comer

A ancoradouro

 

A1 frutos do mar

 

A2 peixada-deliciosa

Restaurante Ancoradouro

Rua Alípio Barbosa da Silva, 516 – (82) 3351-9234

 

B peixarao

 

B1 peixarão

 

B2 peixarão

O Peixarão

Rua Alípio Barbosa da Silva, 532 – (82) 3336-1917

 

Onde pernoitar

Pousada Pontal da Barra

Rua Alípio Barbosa da Silva, 48 – (82) 3035-1188

Observação: por estar a apenas 9 km do centro de Maceió, as melhores opções de hospedagem estão na capital.

Autor: Levy

Compartilhe este artigo no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *