Nova Veneza – Reduto Italiano no Brasil

Nova Veneza é um importante reduto da cultura italiana na região Encantos do Sul, em Santa Catarina, a 230 km de Florianópolis. Seus antigos sobrados de pedra fazem parte dos Roteiros Nacionais da Imigração, projeto do Instituto do IPHAN. Destacam-se também o símbolo da república de Veneza (Leão de São Marcos), localizado no topo do pórtico da cidade, e uma autêntica gôndola veneziana, que você vai encontra na praça principal. O Museu do Imigrante Cônego Miguel Glacca, a Igreja Matriz São Marcos, as festas religiosas, gastronômicas e o Carnevale di Venezia são outras atrações de Nova Veneza, além do monumento ao Imigrante Italiano, na entrada da cidade, logo após a primeira rótula.

1 Portal Nova Veneza

Pórtico com o Leão de São Marcos

5 Gôndola Veneziana

Autêntica gôndola veneziana

Fundada por Miguel de Napoli, um empresário italiano radicado nos Estados Unidos, que vindo na frente, comandou a abertura de estradas, a demarcação das terras e a construção de uma serraria para receber os colonizadores, num total de 400 famílias. Nova Veneza cresceu com a chegada dessas famílias italianas em junho de1891, trazidos pela empresa norte-americana Angelo Fiorita & Cia. No ano seguinte vieram mais 500 famílias italianas, oriundas de Bergamamo, de Veneza e de Belluno.

 

Os colonos construíram casas com pedras encontradas na região e as edificações eram tão sólidas que muitas estão de pé até hoje. Em 1991, durante as comemorações do centenário da colonização, os historiadores Zulmar e Newton Bortolotto, descendentes dos imigrantes, lançaram um livro com a história da cidade.

3 Casas de Pedra-sec XIX

Casas de Pedra – séc. XIX

3a Casas de Pedra

 

 

 

3b Casas de Pedra

Entre os primeiros colonizadores destacaram-se Bortolomeu Dal Moro, Bortolo Bortoluzzi, Alfredo Pessi e outros. Bortolomeu Dal Moro foi o primeiro habitante europeu a fixar-se em Nova Veneza, em 1888.

2 Monumento ao Imigrante Italiano

Monumento ao imigrante italiano

Com mais de 95% da população descendendo de italianos, Nova Veneza, a primeira colônia italiana oficialmente instalada no Brasil República (1891), é um pedaço da Itália em Santa Catarina.

 

A Dammyller se destaca no setor de confecções. O distrito de Caravaggio é referência pelo importante parque industrial, com destaque para os setores de metalurgia, mecânico e material elétrico. A Metalúrgica DS Ltda é destaque no setor de produção de discos e tambores de freio, e cubos de roda, produzindo mais de 2500 ton/mês de produtos do gênero e fornecendo para os principais distribuidores de autopeças do mundo.

 

A economia rural se baseia principalmente nas culturas do arroz e do milho. Também merece destaque a criação de frangos que nos últimos anos também se tornou uma das principais atividades do município.

 

É uma cidade interiorana, emergente no turismo, com projetos para desenvolver o setor. Nestes projetos incluem-se capacitação para guias turísticos para melhor atender os visitantes. Os turistas que chegam se encantam com as edificações centenárias que são as casas de pedra da Família Bratti, construídas no ano de fundação da colônia e fazem parte do patrimônio histórico do estado. Ainda falando em arquitetura, o casario antigo na rua Nicolau Pederneiras também chama a atenção. Além dos pontos turísticos como: o Monumento dos Imigrantes, O Museu do Imigrante, o pórtico de entrada construído em pedra talhada, a gôndola doada pela cidade de Veneza na Itália, que recebe diariamente diversos visitantes. Já no turismo religioso destacam-se o Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio que reúne milhares de devotos no mês de maio,  a Matriz São Marcos com as festividades do padroeira e a Igreja de São João Batista que confecciona a maior fogueira do Sul do Estado.

12 Rua Nicolau Pederneiras

A gastronomia que se baseia no macarrão rústico, polenta, puína (queijo pré-fermentado), queijos coloniais, salames, carnes e galinhas ensopadas, saaladasa de batatas com ovos, saladas de “radicio”, pães e tantos outros pratos que podem ser encontrados em restaurantes e “cafés coloniais” também é destaque. Prove a galinha caipira ensopada, especialidade culinária de Nova Veneza. Outras receitas de influência italiana, como a polenta, a fortaia (prato à base de ovos e queijo) e as massas caseiras também podem ser encontradas nos diversos restaurantes da cidade. Não deixe de visitar também a vinícola da cidade.
No mês de junho é realizada a Festa da Gastronomia Italiana, evento que movimenta a região Sul do Estado. Mais de 50 mil pessoas passam pela cidade para saborear a gastronomia típica dos colonizadores desta terra.

7 Gastronomia

No interior do município, rios cristalinos e puros ainda correm entre montanhas de matas virgens das encostas da Serra Geral, proporcionando um inigualável e exuberante espetáculo da natureza.

 

Festa de São Marcos – Em abril, na Igreja Matriz.

 

Procissão de Nossa Senhora de Caravaggio

No último domingo de maio, no Santuário Nossa Senhora de Caravaggio.

Distrito de Caravaggio (acesso 6 km antes da entrada de Nova Veneza, pela SC-446).

 

Via-crúcis na Sexta-Feira Santa
O trajeto, feito por centenas de fiéis, começa em frente à Igreja São Marcos, em área urbana, e segue em zona rural por 2 km, passando por 14 capitéis. No caminho é possível ter uma bela vista da Serra Geral. Em outras celebrações religiosas ao longo do ano a via sacra também atrai visitantes.

 

Casas de Pedra
Conjunto arquitetônico tombado pelo IPHAN, que compreende 3 casas de pedras construídas pelos imigrantes italianos em 1891. Localizadas a 2,6 km do Centro, na Via do Imigrante (antiga estrada rural que liga Nova Veneza ao Distrito de Caravaggio). O trajeto pode ser feito de carro (10 minutos) ou a pé, passando por paisagens rurais e matas nativas (50 minutos). Agendar visita no Centro de Informações Turísticas. Rua dos Imigrantes, s/n, Centro. Fone: (48) 3436-5173 / 3436-1168.

Museu do Imigrante Cônego Miguel Giacca
O prédio, que já foi sede da Prefeitura e de outros órgãos públicos, hoje abriga mobiliário, ferramentas e utensílios dos pioneiros colonizadores da região. Terça a sexta, 8h às 12h e 13h às 17h; sábado, domingo e feriados, 9h30 às 12h e 13h30 às 16h.
Rua dos Imigrantes, s/n, Centro. – Fone: (48) 3471-1790

6 Museu do Imigrante

 

 

Igreja Matriz São Marcos
A edificação preserva belas pinturas e esculturas sacras em seu interior. O relógio da torre (oriundo de Veneza) pode ser observado de perto subindo os 70 degraus até o campanário, de onde se tem uma bela vista da cidade.
Rua Cônego Miguel Giacca, s/n, Centro. – Fone: (48) 3436-1166.

11 Igreja Matriz de São Marcos

 

 

 

Pórtico de entrada

Possui no topo o Leão de São Marcos (símbolo da república de Veneza) e um caldeirão de ferro (alusivo à polenta que sustentava o esforço dos colonizadores). As bandeiras sobre os arcos relembram o pacto de amizade entre a cidade e o Vêneto, na Itália.

Chaminé
Monumento com altura superior a 20 m, construído em 1925 pela Firma Bortoluzzi. Destaca-se na praça batizada com seu nome, que é um dos locais onde se realiza a Festa da Gastronomia Italiana e o Carnevale di Venezia.

4 Chaminé Bertoluzzi

Enoturismo

 Vinícola e Cantina Borgo Gava
Vinhos coloniais, suco de uva, geleias, grapa (aguardente italiana) e farinha de milho.
Travessa Giovanni Gava s/nº, São Bento Alto. – Fone: (48) 8827-7586.

 

Gôndola veneziana
Vinda diretamente da cidade italiana coirmã, a embarcação fica ancorada no lago da Praça Humberto Bortoluzzi. É um dos 4 únicos exemplares fora da Itália e oferece ao visitante a possibilidade de tirar fotos e posar com o gondoleiro vestido a caráter.
Praça Humberto Bortoluzzi, Centro.

Festas Típicas

 

Carnevale di Venezia/ Festa da Gastronomia Italiana
O evento dura 3 dias e a programação inclui shows locais e regionais, grupos folclóricos e de dança, desfiles e comidas típicas. Mas o momento mais esperado é mesmo o Carnevale di Venezia, com foliões mascarados ao estilo da italiana Veneza. Na segunda quinzena de julho. Praças da Chaminé e Humberto Bortoluzzi, Centro.

8 Carnavali di Venezia

Onde ficar

Hotel Veneza – Rua Cônego Miguel Giacca, nº 51 – Centro – 48 3436-1168

www.hotelerestauranteveneza.com.br

10 Hotel Nova Veneza

Hotel Bormon – Rua José Bortolotto, 270 – (48) 3436 5470

Rod. SC 447 – Km 42,8

www.hotelbormon.com.br

9 Hotel Bormon

 

 

 

 

 

 

 

Autor: Levy

Compartilhe este artigo no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *